• Default Alternative Text

    Notícias

    Fique a par das últimas notícias sobre a Schneider Electric Portugal

    Barómetro Planeta & Sociedade da Schneider Electric alcança 6.70/10 pontos em Q1 2016

    17.05.2016

    A Schneider Electric anuncia os resultados não financeiros relativos ao primeiro trimestre de 2016. Com recurso a 16 indicadores estipulados pelo Barómetro Planeta & Sociedade para o período de 2015-2017, a Schneider Electric mede trimestralmente o seu ambicioso compromisso no âmbito do desenvolvimento sustentável. Alcançando uma pontuação total de 6.70/10, no final de março de 2016, a Schneider Electric conseguiu ultrapassar o seu objetivo inicial de 5.25/10 pontos para o trimestre.

    Ao registar a pontuação de 6.33/10 no final de dezembro de 2015, o objetivo do barómetro para 2016 foi aumentado para 7.5/10, em vez dos 6/10 pontos estabelecidos inicialmente para o primeiro trimestre do ano.

    Eis os resultados não financeiros alcançados em cada indicador:

    noticia-980x490 

    [i] Com a exceção dos resultados anuais, verifica-se um desfazamento temporal de um trimestre neste indicador: em Qn, o resultado reportado é referente a Qn-1.

    [ii] Resultados medidos desde 2016 (ferramentas de medição implementadas em 2015). 

    [iii] Resultados bianuais em Q3 e em Q4.

    [iv] Medição no ano corrente. Vamos alterar fornecedores em Q1 2016 e resumiremos a publicação deste indicador a partir de Q2. 

    [v] Resultados bianuais em Q2 e em Q4. 

    [vi] Resultados anual em Q4. 

    [vii] Objetivo para Q1 2016: 5.25 (objetivo para o final do ano de 2016 passou para 7.5/10, em vez de 6/10).

    Gilles Vermot Desroches, Sustainability Senior VP da Schneider Electric, comenta: "o Barómetro Planeta & Sociedade 2015-2017 ganhou este trimestre 0.37 pontos, considerando o seu objetivo de final de ano de 7.5/10 pontos. Em consequência, a Schneider Electric decidiu rever o objetivo do barómetro para 2016, passando de 6/10 para 7.5/10 pontos. Este desafio adicional reflete a nossa ambição de ultrapassarmos os nossos compromissos. É também de destacar neste trimestre o facto de o Ethisphere nos ter selecionado para integrar a sua lista de empresas mais éticas do mundo, pelo sexto ano consecutivo. Efetivamente, a Schneider Electric é uma de apenas 130 empresas internacionais que são reconhecidas pelo seu compromisso e abordagem ética. O desempenho é medido de acordo com a existência e nível de gestão, reputação e influência da empresa, a qualidade das suas ações para a promoção da cidadania e responsabilidade social, e a sua cultura e ações para a promoção da ética."

    Em Q1 2016, 15 em 16 indicadores foram publicados com confiança limitada ou satisfatória e 13 indicadores impulsionaram o resultado final do barómetro.

    Os destaques deste trimestre:

    No pilar Planeta:

    • O indicador “10% de poupança de CO2 emitido por transportes” ultrapassou de forma notória o seu objetivo de final de ano com uma redução de 8.4%, face a um objetivo de 3.5%. Porém, este valor varia significativamente, dependendo dos diferentes meios de transporte: redução de 24.5% em fretes de longa distância (aéreo/marítimo) e aumento de 5.4% em fretes de curta distânca (terrestre). Desde 2012, e até ao final de 2014, este indicador já ultrapassou o objetivo que lhe havia sido estipulado de 10%, alcançando 16% comparativamente a 2011, graças à otimização de fretes de longa distância. O programa contribuiu para evitar a emissão de 250 000 toneladas de CO2 e poupar 5,8 milhões de euros.
    • O indicador “I&D de desenvolvimento de 100% de produtos  com o Schneider ecoDesign WayTM”, com um registo de 8.9% neste trimestre, pretende assegurar que o impacto ambiental dos novos produtos do Grupo apresenta melhorias comparativamente a produtos de terceiros ou a gama anteriores da Schneider Electric. A abordagem consiste na medição da evolução de acordo com um conjunto de indicadores: impacto climático, inclusive pegada de CO2; consumo de matérias primas; redução da utilização de químicos prejudiciais para a saúde; eficiência energética; manutenção do produto (reparação, reciclagem, reutilização, etc.); circularidade para reciclagem no fim da vida; e embalamento do produto. O objetivo consiste em obter 50% no final de 2016 e 100% no final de 2017.
      No pilar Lucro:
    • O indicador “75% de receita proveniente de produtos  com a eco-marca Green PremiumTM” regista um resultado estável neste trimestre, cobrindo mais de 9 mil milhões de euros do volume de negócios do Grupo, gerado por produto. Este indicador beneficiou, em 2015, de um conjunto de inovações como a aplicação para smartphone para leitura de QR Code, que permite aos stakeholders acederem 24 horas por dia a informação ambiental digitizada (REACH, RoHS, Perfil Ambiental do Produto/PEP, Instruções de Final de Vida/EoLI).
    • O indicador “100% dos nossos fornecedores recomendados estão em observância com a norma ISO 26000” publica um resultado de 65.2% neste trimestre, em número de fornecedores, representando mais de 80% em volume de compras. O objetivo do indicador consiste em motivar os fornecedores “recomendados” do Grupo a desenvolverem e monitorizarem planos de acordo com a norma ISO 26000. Os fornecedores recomendados representavam 56% do volume de compras da Schneider Electric no final de 2015. É realizada, por uma entidade independente, uma avaliação dos fornecedores recomendados e aqueles que não preenchem os requisitos necessários terão que fazer melhorias. Em 2015, o Grupo definiu um objetivo para aumentar a pontuação média alcançada neste indicador. Esse objetivo foi alcançado e a pontuação média cresceu em 10%, entre 2014 e 2015.
      No pilar Recursos Humanos:
    • O indicador “85% dos colaboradores trabalham em países abrangidos pelo plano de equidade de género da Schneider Electric” pretende medir a percentagem de colaboradores que trabalham em países com plano de equidade salarial entre géneros. Por exemplo, avaliação da equidade salarial e, no caso de existência de lacunas, avaliação da implementação de medidas corretivas. A Schneider Electric utiliza uma metologia standard para identificar diferenças salariais entre géneros em grupos comparativos de colaboradores e utiliza uma abordagem de âmbito nacional para corrigir possíveis diferenças. Até ao momento, este processo abrange 16 países e 57% dos colaboradores da Schneider Electric. Até 2017, a Schneider espera alargar este processo para abranger 85% dos seus colaboradores.
    • O indicador “1,300 missões realizadas no âmbito da ONG Schneider Electric Teachers” inclui 60 missões adicionais este trimestre, das quais 43 serão aplicadas na Índia. Desde o início do programa, em 2012, já foi realizado um total  de 938 missões. Estas missões de voluntariado são coordenadas por uma ONG específica, a Schneider Electric Teachers. A ONG trabalha em proximidade com as equipas de formação Access to Energy e de Combate à Pobreza de Combustível, com o fundo Schneider Electric Energy Access e Recursos Humanos. A Schneider Electric Teachers desenvolve também parcerias com ONGs locais (ESF, ADEI, etc.).

    Os Resultados não financeiros da Schneider Electric, relativos ao primeiro trimestre de 2016, encontram-se disponíveis no nosso site  www.schneider-electric.com/sri.